Nós

Blog-EstandarteReza a lenda – ou os dados – que Pernambuco tem o maior Carnaval do Mundo, o Maior Bloco de Rua do Mundo, a Praia Mais Bonita do País, o Jornal Mais Antigo da América Latina, o Maior São João do Mundo, o Maior Teatro ao Ar Livre do Mundo. Isso só para citar algumas das “grandezas” propagadas pelos conterrâneos de Gilberto Freyre, Manuel Bandeira, João Cabral de Melo Neto, Mestre Vitalino e outros dessa estirpe.

Sim, o pernambucano é, antes de tudo, um megalomaníaco. Porém, só trabalha com fatos – como é fato que todo bom nativo ou naturalizado morre de saudade do som dos clarins, dos sobe e desce de ladeiras, dos mascarados, das alfaias dos maracatus.

Para dar remédio a esse banzo, a Troça Carnavalesca Mista (TCM) Suvaco da Asa vai fazer, pelo quinto ano consecutivo, o Melhor Carnaval do Mundo do Sudoeste de Brasília. Trinta de janeiro de 2010, um sábado, vai ser o dia de novamente contagiar as ruas da capital federal como o som do autêntico ritmo pernambucano – o frevo – para arrastar foliões do Planalto Central e render homenagem aos 50 anos da cidade. Serão 5 anos em 50!

blog-bonecosDentro da filosofia de divulgação da cultura pernambucana em Brasília, o Suvaco da Asa propõe dar mais uma mostra da maior festa popular, democrática, e espontânea do Brasil, o carnaval – que tem Recife e Olinda como um de seus embaixadores de primeira linha.

História
A troça foi inaugurada em 2006, quando um grupo de amigos saudosos da folia do Leão do Norte, começou a brincadeira. Foram 100 testemunhas frevando atrás de um simples carro de som. No ano seguinte, com apoio da Prefeitura da Cidade do Recife, o Suvaco trouxe a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, que arrastou mais de 1.000 foliões em reverência ao centenário do frevo.

Mais um ano, novos músicos, mesmo sucesso: 2008 foi o ano de reinado da Orquestra do Maestro Ivinho, responsável pela festa do Ceroula de Olinda, que veio a Brasília com apoio do Governo do Estado. Novamente o público ultrapassou o marco de 1.000 foliões e a troça continuou firmando a presença do frevo no Carnaval Brasiliense ao lado do samba e do axé, que predominam na festa e atraem o público do DF para as festividades do Rio de Janeiro e da Bahia.

No quarto ano, a parceria com a Orquestra do Maestro Ivinho foi reeditada e não decepcionou: mais de 2.000 foliões se “acotovelaram” para acompanhar a troça ao som de muito frevo! Como todo carnaval merece.

Em 2010 a festa foi ainda maior. A maior do mundo. Do jeito que pernambucano gosta. 3.000 fanáticos tomaram conta das ruas do Sudoeste ao som de uma orquestra genuinamente Brasiliense: a Marafreboi. Para 2011, a parceria com a Marafreboi segue firme. Dia 19 de fevereiro tá aí, gente. Bora frevar com a gente?